retalhos

Monday, February 02, 2004

ano novo

Início de um novo ano...
A esperança ainda fresca dos muitos pedidos para um novo começo...
Lá fora a chuva, o reflexo da luz dos candeeiros e o cheiro intenso de um fruto provado como pela primeira vez;
Mais uma vez, misturam-se com o calor e o cheiro da lareira, o sabor amargo da bebida nos lábios, as vozes animadas mas cada vez menos, os risos, os passos e o ranger da madeira do chão...
Todas estas coisas “novas”, sentidas e repensadas num corpo...acrescentamos um número mais, numa numeração qualquer, uma passagem para um sitio comum, mas de qualquer maneira o estímulo de cada cabeça, aquela garantia de mais uns dias... extensões ...tostões...mais uma vez inspirar;
A pressa e o lugar comum que é pensar, o contar das horas, em todos os sítios, de muitas maneiras...os corações aceleram, todos preparam o que vai chegar...o espumante, as passas, as tradições e superstições...não sei em que acreditar!
A forma intensa e decidida com que todos se unem, com que lançamos ...de uma forma qualquer, as muitas recordações para um ano já passado!