retalhos

Thursday, March 29, 2007




Toda a energia que gastamos ao longo de um ano, resume-se afinal a um raio de sol... é o desabruchar de tudo .... é a luz que nos envolve e aquece.. a energia que traz consigo a esperança.. as cores fortes que se tinham apagado com o inverno...
é o deixar descobrir a pele... que nos torna mais bonitos.. são os sorrisos e com eles a simpatia hibernada... é a vontade de viver cada dia um bocadinho melhor que o anterior...
... como gosto da primavera...

Tuesday, March 20, 2007



Parti à 7 meses para a maior viagem da minha vida... entusiasmada fiz a minha mala, com uma energia própria de quem se prepara para uma grande viagem... li e informei-me o melhor que pude sobre o meu destino... muitas são as teorias, e os pontos de vista de cada autor.. mas a essência estava lá.. era tudo o que queria descobrir, e parti assim.. com um enorme sorriso na cara...

O tempo tem passado, cada dia melhor que o anterior, vivo cada coisa nova, saboreando as minhas descobertas... fotografando estas novas paisagens, e escrevo tudo.. tudo o que sinto, o que compro... para que um dia possa voltar a recordar esta aventura..

Parti acompanhada... mas pelo caminho percebi que esta viagem é só minha.... no inicio tive medo, e caminhei mais devagar.. esperava que a minha companhia voltasse a aparecer.. se juntasse a mim... mas os ritmos são diferentes... as motivações também... e o que eu carrego nesta viagem... só eu posso levar...

Monday, March 19, 2007



Imagina um quadro de ardózia, um quadro tosco, negro, com uma moldura de madeira clara.. e escreve nele com um pedaço de giz... hoje tudo o que escreveres é claro e prioritário e por isso voltas atrás para apagar e escrever de novo, até teres tudo muito perceptível... amanhã, vais querer escrever novas coisas, agora muito mais importantes para ti.. e apagas sem pensar o que antes parecia tão certo...
... A nossa vida é assim, e como no quadro, vão ficaando vestígios mal apagados, marcas do muito que se escreveu naquele espaço tão pequeno.. marcas de que os nossos objectivos cresceram connosco, e que há ainda muito mais espaço para apagar e voltar a escrever...

Monday, March 12, 2007




O imprevisto é o maior inimigo da figura masculina.. o macho e controlador...
O tirarem-lhes o caminho firme e previsivel debaixo dos pés...deixa-os desvairados..parece um cliché, eu sei, mas acontece diáriamente..
Eu apercebo-me disto, estou aqui ao lado, mas não sei lidar com a impaciência e com a arrogância deste homem magoado por si mesmo... é rara a vez em que não acabo por levar por tabela, as culpas (sim, porque tem que haver um culpado) têm que ter um autor, e por este ou aquele motivo, acabo por as receber, no meio daquele cenário ainda a fervilhar... e não chego a aperceber como.. a verdade é que é preciso serem inteligentes para se esquivarem assim deles mesmos... mas para variar, cá estamos nós, muito mais simples e capazes de resolver estas situações, a fazer o nosso papel...

Aqui estou eu, num sitio em que não esperava ser assim...mas onde os sorrisos me foram buscar à porta e não me deixaram mais recuar.. Por algum motivo vim cá parar, mas confio no destino e na empatia deste 1º olhar..."