retalhos

Friday, December 30, 2016


Calcei as botas e saltei de pedra e pedra...
Sem medos e decidida ganhei balanço e lá fui eu!
Arrepiada com as gotas frias e com os desequilíbrios nas pedras soltas, avancei rio fora...

Senti crescer, passo a passo, a conquista, e esse sentimento que faz nascer dentro de nós asas pequeninas.
A pouco e pouco, este desafio tornou-se mais fácil e mais ... leve...

Não sei ainda o que me espera do outro lado da margem,
Vejo o meu reflexo na água clara que corre junto aos meus pés...

Sorriu e agradeço esta fé constante...
Sei que nesta travessia estás sempre atento às minhas distrações
e por isso este caminho não podia ser mais certo!
Obrigada a Ti...
 


A imagem não é minha mas podia ser...
Nos últimos anos voltei a procurar-te cada vez mais...
Na tua paisagem encontrei a tranquilidade do fim de semana,
No vento forte a energia que me empurra estrada fora,
No sol o calor que me aquece a pele e me faz sentir viva...

És o meu destino de primavera e o calendário dos meus dias de verão...
És o meu refúgio de Outono e o cenário do por-de-sol mais bonito!
És sem duvida nenhuma...a companhia perfeita dos meus Invernos vazios.